como aumentar sua pontuação de crédito

6 Dicas para Melhorar sua Pontuação de Crédito e Aumentar suas Chances de Conseguir um Empréstimo

Se você quiser saber como aumentar sua pontuação de crédito, também conhecido como Score de Crédito, continue conosco neste artigo.

Nós reunimos 6 dicas que vão te fazer chegar nesse objetivo, veja os tópicos que vamos abordar:

  • Mantenha sempre atualizados seus dados cadastrais.
  • Manter bons hábitos financeiros.
  • Retire seu nome do SPC ou SERASA o mais rápido possível.
  • Se você já tem um cartão de crédito, use um limite inferior e pague mais.
  • Manter um bom histórico de pagamentos.
  • Registro no Cadastro Positivo (registro positivo).

6 dicas para melhorar sua pontuação de crédito (Score)

Abaixo estão os detalhes de cada dica para melhorar sua pontuação no CPF e aumentar suas chances de conseguir empréstimos e melhores taxas nestas transações:

1. Atualize seus dados pessoais

Quanto mais transparente você é, mais fácil é confiar em você, não acha?

As empresas que lhe emprestam crédito também concordam.

A primeira dica é atualizar suas informações.

Por exemplo, se suas contas estão registradas em endereços diferentes, como as instituições financeiras podem saber onde você mora?

Se possível, certifique-se de que seus dados estejam corretos nas agências de crédito para evitar erros.

2. Mantenha bons hábitos financeiros

A segunda dica é talvez a mais importante de todas as dicas para melhorar sua pontuação: se você quer obter uma pontuação alta, você tem que manter boas práticas financeiras.

Isto é o que mostra se você é um bom ou mau pagador, se seu nome é sujo ou não.

Neste sentido, existem alguns hábitos financeiros positivos:

  • Pagar todas as contas dentro do prazo de validade (até antes se possível).
  • Tenha pouco ou nenhum débito em seu nome.
  • Se você tiver um cartão de crédito, não use o limite total disponível.
  • Pague em poucas prestações possíveis.
  • Evite tomar emprestado o máximo possível.

Outra dica importante é que você não deve gastar mais de 30% de sua renda em dívidas.

Como todos os seus dados financeiros estão vinculados ao seu CPF, as agências de crédito podem comparar os dados e determinar sua renda e o montante de sua dívida.

3. Limpe seu nome o mais rápido possível

Se você tem contas pendentes, dívidas não pagas e um nome negativo, é mais difícil obter uma boa classificação de Score (pontuação) das agências de crédito.

O próximo passo é colocar suas finanças em ordem e encontrar outras formas de pagar suas dívidas e limpar seu nome o mais rápido possível.

Entre em contato com os credores, tente negociar as taxas de juros e ao fechar uma renegociação de dívida, honre o que foi prometido, só se comprometa com o que você pode arcar.

4. Se você já tem um cartão de crédito, use um limite inferior

Se você usar o limite total todo mês, o banco pode sentir que não está no controle de suas finanças e que sempre precisa de crédito.

Evite usar o limite máximo, e ainda melhor se você só puder usar 30% dele.

Lembre-se de que o cartão deve ser seu aliado e não deve fazer com que você contraia dívidas adicionais.

5. Manter um bom histórico de pagamentos

Fique de olho no vencimento das faturas e pague-as a tempo.

Você não precisa pagar antecipadamente, pode até pagar na data de vencimento, mas pague todas as suas dívidas a tempo.

Se você não tiver um histórico de pagamento, crie um.

Este conselho é especialmente válido se você está apenas começando sua “vida financeira”, trabalhando pela primeira vez e não tem muitas provas de que você é um bom pagador.

Mas como você faz isso?

Transfira algumas de suas contas para seu CPF (e, é claro, pague tudo dentro do prazo).

Essas contas podem ser de eletricidade, conta de água, conta de aluguel, conta de telefone celular, conta de internet, o que for.

É importante que estas contas sejam vinculadas ao seu CPF e pagas em tempo hábil.

6. Inscrição no Cadastro Positivo

Empresas como a Serasa e SPC oferecem um serviço de “registro positivo” que pode ser um bom indicador a seu favor.

O Cadastro Positivo pode mostrar que você está mantendo suas contas em dias e assim estando classificado como um bom pagador.

Os financiadores fornecem às agências de crédito informações sobre seu histórico de pagamento, mostrando quais contas foram pagas a tempo e quais dívidas já foram pagas.

Com o tempo, mais fontes serão integradas ao Cadastro Positivo e espera-se que, por exemplo, dados sobre pagamentos por água, eletricidade, telefone e compras no varejo sejam adicionados.

Também é importante observar que a avaliação leva em conta principalmente as tendências financeiras que ocorreram nos últimos 12 meses.

Concluindo

Para aumentar seu Score de Crédito serão necessárias várias mudanças no seu comportamento em relação às finanças, as organizações precisam saber que você é bom pagador e não vai dar calote.

Portanto, seja paciente no início, pois leva algum tempo até que sua avaliação mude significativamente.

Leia também: O Que é Educação Financeira? Porquê é Tão Importante?

5/5 - (8 votes)
Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima