Meu Cartão Foi Clonado: O Que Devo Fazer e Como Evitar que Isso Aconteça?

Meu Cartão Foi Clonado: O Que Devo Fazer e Como Evitar que Isso Aconteça?

Quando os criminosos querem (e conseguem) clonar o seu cartão, eles utilizam certas estratégias para conseguir seus dados pessoais. Isto pode causar prejuízos imensos e muita dor de cabeça.

Se o seu cartão foi clonado ou se você quer saber como evitar que isto aconteça, continue neste artigo, temos dicas bem interessantes e algumas estratégias de proteção do seu “dinheiro de plástico”.

Vem com a gente conferir essas dicas sobre como evitar a clonagem do seu cartão de crédito.

Meu Cartão Foi Clonado e Agora?

Para quem tem um cartão de crédito, é muito estressante ser surpreendido na sua fatura com compras que você não fez.

Infelizmente, este ainda é um dos golpes mais comuns entre os brasileiros: a clonagem de cartão de crédito, que é um crime e cai sob o artigo 171 (estelionato).

Se você nunca passou por esta infeliz situação, você certamente conhece alguém que teve o seu cartão clonado.

Lidar com este problema é uma dor de cabeça sem fim.

Veja como evitá-lo (na medida do possível) e o que fazer se seu cartão for clonado.

Fraude com cartão de crédito

Neste tipo de fraude, os criminosos obtêm seus dados através de estratégias simples ou sofisticadas, tais como gravação de senhas em lojas e caixas eletrônicos usando câmeras, ou usando vírus de e-mail para obter dados pessoais.

Um estudo da Associação Nacional de Gerentes de Loja (CNDL) mostra que entre março de 2018 e março de 2019, 8,9 milhões de brasileiros foram vítimas de fraudes.

A maioria desses casos (41%) estava relacionada à clonagem de cartões de crédito.

O objetivo dos criminosos com esse tipo de fraude é usar os detalhes de seu cartão de crédito para fazer compras e saques não autorizados.

Isto é uma dor de cabeça para a vítima, que tem que informar rapidamente a instituição financeira, apresentar um relatório e passar por outros procedimentos burocráticos.

Cartões que foram perdidos ou roubados são bem fáceis de serem clonados.

Portanto, se você descobrir que seu cartão de crédito desapareceu, deve imediatamente comunicá-lo ao centro de serviço da operadora, pedir que seja bloqueado e anotar o número do relatório.

Aqui estão 6 dicas para evitar a clonagem de cartões de crédito

Relacionamos 6 pontos importantes que você deve seguir para evitar que seu cartão de crédito seja clonado. Veja:

1. Verificar a confiabilidade da empresa

Compre com seu cartão de crédito somente em lojas e empresas de confiança.

Verifique na internet se o site está rotulado com um esquema de porto seguro.

Se você ainda tiver dúvidas sobre a confiabilidade de um comerciante online, procure informações como o CNPJ e opiniões de clientes em sites e fóruns como o Reclame Aqui, que é uma referência ao procurar informações sobre uma empresa na internet.

2. Lembre-se de que o seu cartão é pessoal e intransferível

Quando você fizer compras em uma loja física, não deixe que o balconista ou funcionário leve seu cartão a outro lugar longe da sua visão ou sem sua supervisão.

Uma das formas mais comuns de fraudar o cartão é tirando uma foto e usá-lo para fazer compras na internet, pois este tipo de atividade on-line não requer uma senha.

Guarde seu cartão com cuidado para não o perder e não empreste ele a quem você não confia plenamente.

3. Mantenha o controle de suas despesas diárias ou semanais

Hoje, você pode verificar facilmente suas transações através de aplicativos de smartphone e acesso bancário online, te ajudando sempre a acompanhar seus gastos.

Muitos aplicativos agora notificam você sobre cada nova compra.

Desta forma, você poderá detectar quaisquer irregularidades ou movimentos sem sua permissão.

Ao fechar sua fatura, você pode verificar todas as suas compras e identificar quaisquer problemas.

4. Não clique em links suspeitos

Outro esquema bem fácil de clonagem de cartões é o uso de links virais para conseguir copiar seus dados ou transações que você já tenha feito on-line.

Quando você receber e-mails para os quais seu fornecedor ou cartão de crédito concedeu crédito, verifique se o endereço de e-mail é confiável e se a mensagem não contém informações com erros gramaticais.

As informações sobre os tipos de mensagens enviadas por e-mail geralmente podem ser encontradas nos sites dessas instituições ou em suas FAQs.

5. Tenha cuidado onde você divulga suas informações

Você pode desativar o preenchimento automático do formulário em seu navegador ou durante o processo de pedido.

Isto evita que seus dados sejam vazados para sites vulneráveis e que seu cartão seja clonado.

6. Opte por usar um cartão virtual ao fazer compras on-line

Os cartões de crédito virtuais são uma opção relativamente nova, mas eles estão se tornando cada vez mais populares, pois oferecem maior segurança ao fazer compras online.

Um cartão virtual, como o nome sugere é uma versão virtual e temporária gerada pelo APP da empresa do seu cartão físico.

Você mesmo cria ele quando você precisar fazer uma compra online e ele pode ser excluído logo após tê-lo usado.

Portanto, fazendo isso você diminui drasticamente as chances que seu cartão seja clonado.

O que eu devo fazer com um cartão de crédito clonado?

Se você encontrar contas que não foram feitas por você em sua fatura, entre em contato com a financeira do seu cartão, informe do ocorrido e bloqueie esse cartão clonado.

Em seguida, vá até a delegacia de polícia e apresente um relatório policial (BO).

Lembre-se de que em alguns estados brasileiros você boletim de ocorrência online para denunciar qualquer crime.

Segundo a legislação brasileira, a empresa de cartão de crédito e a operadora do cartão são responsáveis pela segurança das compras com cartão.

Se você for vítima de clonagem, o operador deve investigar a fraude e informá-lo sobre o resultado.

Este processo pode levar algum tempo, mas você não precisa pagar por compras que não fez.

No entanto, os cartões de crédito continuam a ser uma das formas mais seguras e rápidas de pagamento.

Por outro lado, o processo de recuperação do dinheiro pago no caso de um cartão falsificado ou clonado é mais demorado e burocrático.

Porém, se você passar por essa situação de fraude, não deixe de registrar o B.O (Boletim de Ocorrência) na polícia.

Assim, esses criminosos serão investigados e detidos, evitando que esses golpes aconteçam com outros.

Leia também: Como Posso Encontrar Meu CVV no Cartão se Ele Foi Apagado? O Que Devo Fazer?

5/5 - (10 votes)
Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima