vantagens-desvantagens-pix

Vantagens e Desvantagens do Pix

Conheça os prós e contras do Pix para suas finanças: Perguntas e respostas sobre segurança e mais. Confira…

Você já ativou sua chave ou sabe como transferir com Pix?

Você provavelmente já conversou com pessoas que ainda preferem as transferências de DOC e TED e se perguntam se o PIX é realmente seguro ou se as autoridades vão usá-la para controlar suas finanças?

E quanto aos golpes emergentes do Pix?

Este é um comportamento natural e uma dúvida quando a ferramenta é utilizada para administrar nossa economia.

Nesse caso, vamos avaliar os prós e contras do Pix.

Vantagens e desvantagens do Pix

Este sistema de pagamento instantâneo tem vantagens e desvantagens para o usuário. É por isso que preparamos aqui um resumo:

Vantagens do sistema Pix

  • Isso facilita as transações, pois ao invés de ter que inserir dados diferentes, tudo o que é necessário é o “pseudônimo” da conta;
  • Trabalha 24 horas por dia, todos os dias do ano, sem exceções;
  • Transfere quantias em segundos;
  • Pode ser utilizado para pagamentos institucionais, transferências interbancárias, pagamentos de impostos, etc
  • Para indivíduos, exceto em certos casos, é gratuito.

Desvantagens do Pix

Há poucas desvantagens. Embora o sistema ainda esteja em fase de implantação (sim, ainda há algumas fases e novas soluções em preparação!), ele não exclui os usuários do sistema bancário, inclusive aqueles que não tenham uma chave Pix.

  • Não permite o pagamento em parcelas para transações;
  • Não permite o cancelamento de uma quantia se, por exemplo, ela tiver sido enviada de forma incorreta;
  • Exige que o dispositivo esteja conectado à Internet para que a transação seja concluída imediatamente.
  • É necessário um cuidado adicional e se prevenir de golpes ou crimes, pois as transações são imediatas e definitivas.

O Pix é seguro? Alguém pode tentar usar meus dados?

Com estas informações, você já pode deduzir se o Pix é bom ou ruim para você, certo?

No entanto, muitos brasileiros ainda estão muito preocupados: o PIX é seguro?

Alguém está tentando usar meus dados como chave Pix?

Com uma chave aleatória, isso não seria possível, não é?

Portanto, estamos falando do CPF, um número de celular ou e-mail.

Para registrar seu número de celular e seu endereço de e-mail como chave Pix, você tem que fazer dupla confirmação.

Isto significa que, além de inserir estes dados no sistema, a pessoa deve receber uma mensagem nestes canais e confirmar a solicitação de registro como chave Pix para aquele número ou endereço. Isto só acontecerá se você permitir.

A opção de registro no CPF é ainda mais segura. Quando essa chave é selecionada, o número já é automaticamente preenchido de acordo com os detalhes da conta bancária associada ao PIX.

O governo (ou outra instituição) tem acesso aos meus dados financeiros a partir do Pix?

O Banco Central já recebe informações sobre transações bancárias, em particular transações em moeda estrangeira de alto valor, etc.

Entretanto, no momento de sua introdução, as autoridades públicas deram garantias de que as informações trocadas através do PIX não teriam um propósito comercial e seriam utilizadas apenas para monitorar a eficácia do sistema.

Na prática, escolher uma chave PIX é o mesmo que dar um pseudônimo para sua conta bancária.

Sim, podemos dizer que o PIX é seguro. Isto, é claro, não exclui a importância de usar dispositivos com antivírus e outros mecanismos de segurança de dados, tais como senhas.

A possibilidade de fraude e crime é uma das fraquezas do sistema Pix?

O Pix não terá nenhuma limitação em sua concepção quanto ao valor de suas transações.

Recentemente foram estabelecidos horários com limites de transações e valores para melhorar a segurança do sistema devido ao aumento nos casos de sequestro-relâmpago onde o objetivo seriam transferências via Pix.

Além disso, o Banco Central estipula que as instituições financeiras devem estabelecer regras para limitar irregularidades, tais como lavagem de dinheiro e fraude.

Portanto, alguns bancos e empresas fintech estabeleceram um valor máximo para as transações Pix.

Em geral, podemos dizer que o Pix com os cuidados tradicionais para qualquer método de pagamento pode ser muito bem utilizado em sua rotina financeira, não acha?

Isto facilitará a sua integração em sua rotina diária.

Como funciona o Pix?

Pix é uma ferramenta de pagamento instantâneo ou transferência financeira introduzida pelo governo, onde você pode fazer uma transação em segundos, a qualquer hora e em qualquer dia da semana, incluindo feriados públicos.

Verifique se seu banco ou empresa financeira oferece a opção Pix.

Como forma de pagamento, não é necessário baixar um aplicativo separado apenas para Pix, pois é uma das funções disponíveis em seu banco ou empresa financeira se atender aos requisitos do sistema.

Isto significa que as instituições financeiras e de pagamento regulamentadas pelo Banco Central com mais de 500.000 contas ativas devem oferecer este serviço de acordo com a Instrução Normativa 49 do BCB.

É aqui que o PIX entra em cena! Afinal, esta exigência é atendida pelas instituições financeiras mais conceituadas do país.

Mesmo que você não tenha registrado uma chave PIX, seu banco ou empresa de serviços financeiros pode usar a plataforma PIX para completar o processo ao fazer uma transferência para outra pessoa.

Se você não tiver uma chave PIX, mas recebe uma transferência de um membro da família, não se preocupe se receber uma notificação em seu extrato bancário ou telefone celular de que você recebeu um PIX – afinal de contas, é um instrumento de pagamento, certo?

Nestes casos, o remetente insere os detalhes padrão (filial, conta, CPF e nome do titular do cartão), mas o sistema utiliza o método de pagamento PIX, portanto será sinalizado.

Cadastre sua chave PIX

O registro de uma chave PIX é opcional para o cliente, mas pode beneficiá-lo, além de facilitar a obtenção de dinheiro de outras contas, você também pode receber benefícios.

Você pode então registrar uma chave PIX para cada uma de suas contas de transação (para a qual você transfere dinheiro), que atua como um endereço único para essa conta e facilita as transações bancárias.

Mas tenha cuidado. Se for um endereço de destino, é lógico que só pode haver um para essa conta.

Se você tiver várias contas de transação (por exemplo, em bancos diferentes), cada uma delas deve ter um endereço diferente ou, melhor, uma chave PIX.

Exemplo: se você tem uma conta no Itaú e no Inter, não pode especificar CPF como chave PIX em ambos os bancos, pois cada um deles deve ter um “endereço diferente”.

Utilize o PIX para transferências e pagamentos

É isso aí! Quando você cria sua chave PIX, em vez de alguns números, letras, CPF e seu nome completo, você só precisa digitar a sua chave quando quiser receber uma quantia.

Mesmo que o remetente não tenha uma chave PIX para sua conta, ele ainda pode usar o aplicativo bancário para transferir a quantia para você (porque você tem uma chave PIX).

O mesmo se aplica se você quiser fazer um pagamento com PIX.

Você insere o código PIX do destinatário, confirma os detalhes que aparecerão em sua solicitação e completa o processo inserindo a senha tradicional para transações on-line.
Em resumo, você sabe como funciona o PIX.

Então vamos aos aspectos práticos?

O que são chaves PIX e qual é a certa para você?

Algumas pessoas não têm certeza de quais são as opções-chave PIX e qual é a melhor.

Por exemplo, eles se perguntam se a utilização de seu número celular aumentará o número de chamadas promocionais, etc.

As chaves PIX para pessoas físicas podem ser:

  • CPF;
  • Telefone celular;
  • E-mail ativo;
  • Chave aleatória.

Todas as opções são simples, você só precisa dizer a pessoa que está lhe transferindo a combinação exata da sua chave PIX.

5/5 - (9 votes)
Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima